Perfil profissional

Sou formada em Administração de Empresas. Ingressei nesse curso porque queria “trabalhar em escritórios” o resto da vida…rssss. Tinha 20 anos na época e pouco mais de um ano de experiência profissional…mas já gostava do que eu fazia: Departamento Pessoal.

Meus colegas na faculdade me chamavam de louca quando dizia que eu curtia aquele monte de papel, folha de pagamento pra fechar, rescisões a serem calculadas…mas por trás de cada recibo, CTPS, ficha de admissão há sempre uma pessoa, uma família, uma história de vida.

E é isso o que mais fascina na profissão: ter contato direto com as pessoas, seus sonhos e expectativas na admissão, a decepção, o medo do desconhecido na demissão, a ansiedade por descanso nas férias, a alegria do nascimento dos filhos e um certo alívio na aposentadoria…são tão seres humanos como nós e devem ser tratados com respeito.

Já dei aulas em uma escola de ensino técnico, o que me proporcionou contato com uma nova realidade – jovens que saem do ensino médio quase sem preparo algum para a vida adulta e profissional. Também fui voluntária e ministrei aulas de Departamento Pessoal na minha antiga comunidade – uma experiência única, que espero repetir um dia.

Foram cerca de oito anos trabalhando na área de Administração de Pessoal. Até que em 2009, comecei a dar uma guinada significativa na minha carreira. Ingressei em uma excelente empresa, e tive a oportunidade de ter contato com a área de Treinamento & Desenvolvimento. Depois, fui convidada, nessa mesma empresa, para uma vaga “outsourcing” na área de Remuneração. E foi lá, nesse cliente, que descobri no quero me especializar em Gestão de Pessoas.

Ainda tenho um caminho longo pela frente até poder me auto-denominar “Especialista em Remuneração”. Mas o mais difícil, que era encontrar o foco, já está resolvido.

A Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Pessoas contribuiu para eu reforçar, mais uma vez, a certeza que estou na profissão correta. Adoro Recursos Humanos, vibro quando leio artigos bem-feitos sobre remuneração, carreiras, competências, etc.

Agora tenho certeza que fiz as escolhas certas para a minha vida, por mais difícil que tenha sido chegar aqui. Mas, como diz a música dos Engenheiros do Hawaii – “Eu não vim até aqui para desistir agora”.

  1. Claudia,
    Li sua historia e sinto muito informa-la que isso se tornou normal no mercado de hoje!
    Pense no seguinte, se voce for chamada para ocupar uma diretoria voce deverá estar cercada de pessoas da sua confiança, chega a ser uma questão de sobrevivencia no novo cargo, na nova empresa. Imagine que a recem contratada Diretora também não conheça as pessoas em sua volta e a cultura da empresa e porisso usa todas as armas e poder disponivel para formar SUA equipe.
    Sei do sentimento de ressentimento e frustação que está no seu coração, já o senti varias vezes. Voce tem razão , não é ético nem respeitoso com o ser humano trata-lo como um recurso qualquer, mas é assim que o mercado funciona. Isso é real. Se não soubermos tirar vantagens destas situações e agir conforme o mercado , então não estaremos preparados para atuar nele. Trata-se de um aprendizado ao qual todos somos confrontados, cedo ou tarde em nossas carreiras. Mesmo sem te conhecer me senti compelido a te dar este toque, pois passei por experiencias semelhantemente violentas. Desejo boa sorte e acredito que estas experiencias nos fazem mais fortes e melhores. Inocencia acaba sendo confundida com fraqueza, daí a frase (atribuida a Che Guevara?) “temos que ser fortes mas sem jamais perder a ternura”, este é o lance! Fique bem, bola pra frente e seja feliz! abs
    R

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: